Objetivos

Objetivos Gerais

1. Promover aprendizagens ativas e significativas que exaltem valores éticos, estéticos, morais e cristãos.
2. Proporcionar a formação de cidadãos dinâmicos, responsáveis e conscientes;
3. Potencializar as diferentes capacidades para que cada aluno se desenvolva de forma harmoniosa e integral.
4. Desenvolver metodologias ativas e diversificadas.
5. Sensibilizar os alunos para a importância da relação entre pares.
6. Consciencializar os pais para a necessidade do cumprimento das regras estabelecidas pela instituição.
7. Reforçar a cooperação entre todos os membros da comunidade educativa.

Objetivos Operacionais

1.
a) Estimular o envolvimento do aluno no processo de ensino-aprendizagem.
b) Sensibilizar para a existência das várias realidades, cultivando a solidariedade, a empatia e o altruísmo.
c) Desenvolver o sentido estético.

2.
a) Despertar no aluno uma atitude empreendedora face aos problemas atuais da humanidade, promovendo a educação social, académica, ambiental, artística, desportiva e cultural.

3.
a) Planear estratégias de diferenciação pedagógica, estimulando as capacidades de raciocínio, de reflexão e a curiosidade científica.
b) Rentabilizar os recursos físicos e humanos existentes, proporcionando apoio personalizado e diferentes atividades de enriquecimento.
c) Promover o ensino das expressões artísticas, da Educação Moral e Religiosa Católica e do Inglês.

4.
a) Incentivar a aquisição de hábitos de estudo e a aprendizagem baseada em projeto.
b) Desenvolver a autonomia, o espírito crítico e reflexivo.
c) Promover a comunicação, a criatividade e o equilíbrio emocional.

5.
a) Proporcionar, no recreio, um ambiente de relação saudável entre pares.
b) Promover ações que conduzam à compreensão das consequências negativas da violência nas brincadeiras.

6.
a) Incutir nos encarregados de educação a necessidade de assumirem um compromisso de trabalho colaborativo, de acordo com as regras estabelecidas pela instituição.
b) Estreitar a relação escola/família e família/escola.

7.
a) Reforçar a comunicação e a articulação entre os diferentes níveis de ensino e entre o corpo docente, não docente e a direção.
b) Realizar planos de ação educativa conjunta que contemplem propostas dos alunos, dos professores, dos pais e demais entidades envolvidas no processo educativo.
c) Promover, no dia a dia da instituição, uma vivência consciente de direitos e deveres.